Nova sede do MACRS passará por obras de readequação do espaço

Desde o início de 2020, o MACRS tem uma nova sede, localizada em um imóvel cedido pelo governo do RS na rua Comendador Azevedo, 256 – Bairro Floresta. Em breve, o espaço (que soma 2.256 m² de área, incluindo um galpão e pátio) será reformado e adequado às instalações de um museu. Até o fina do ano, deve ser lançado o edital para contratação da empresa que ficará responsável pela obra, com recursos de R$ 3 milhões garantidos pelo programa Avançar na Cultura do governo estadual.

“O Museu vai buscar a transversalidade que a arte contemporânea tem com outras artes, cinema, teatro, grandes projetos que acontecem na cidade”, cita o diretor André Venzon. “A ideia que estamos trabalhando é de um Museu de bairro, que interage com os pontos criativos que já existem no IV Distrito”, complementa.

Instalar um Museu no IV Distrito, uma das regiões mais carentes do equilíbrio urbano local e, ao mesmo tempo, com maior potencial de desenvolvimento na cidade é por si só um ato de contemporaneidade. A grande capacidade de impacto social do MACRS faz com que ele transcenda à sua sede, relacionando-se com seu entorno em sinergia, ocupando territórios e permitindo-se ser ocupado pela comunidade, transformando aos poucos o próprio IV Distrito em um Museu vivo e aberto às manifestações contemporâneas de arte, cultura e ação social.

Para saber mais sobre a nova sede do MACRS, basta acessar a notícia completa no site do Governo do Estado do Rio Grande do Sul. As galerias localizadas no sexto andar da Casa de Cultura Mario Quintana seguem como instalações do MACRS, apresentando exposições do acervo e de convidados.

Conheça o projeto da nova sede do MACRS no IV Distrito

Onde será a nova sede do MACRS

MAC NÔMADE – A arte como elemento transformador na ocupação de espaços.

A arquitetura e a arte contemporânea são agentes transformadores da sociedade e demandam ações colaborativas nos processos de criação. O MAC Nômade representa este movimento e é mais uma ação desenvolvida pelo Comitê de Sede e Infraestrutura da Associação dos Amigos do Museu de Arte Contemporânea do Rio Grande do Sul (AAMACRS), que busca levar uma mostra do Museu pela cidade para apresentá-lo à população. 

Como uma instalação itinerante, a ação tem o objetivo de comunicar o processo de ocupação da nova sede do MACRS no IV Distrito, em Porto Alegre. A estrutura leve e modular adotada permite que o projeto NÔMADE possa ser transportado e instalado em diferentes localizações, apresentando as proposições da nova sede e buscando o diálogo com a comunidade.